quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Minha solidão



A salvo longe do mundo,
em um sonho de domínio infinito
de uma criança de olhos sonhadores.

Eu gostaria de voltar para você,
mais uma vez sentir a chuva caindo,
limpando tudo que me tornei.

O meu amor estar longe,
mais o seu calor estar tão perto,
que sinto e imagino em te-la novamente,

As rosas na qual plantei em meu jardim
agora são negras,
fadigadas no luar da noite.

As cartas que te escrevi
o vento levou sem direção,
e se perderam na lembranças.

o meu amor que te dei
você rasgou de seu coração
e não restou mais nada,
somente minha solidão.

5 comentários:

FLOR DO LÁCIO disse...

Singelo esse poema.Traduz todo amor que tivemos e que nos marcou de maneira profunda. }Um abraço Apareça no Flor do Lácio. Marcio Campos

mundo virtual disse...

Olá,divinamente lindo seu poema!
Votado e compartilhado no diHITT e Facebook!!
abçsss!!

Lúcia Alves disse...

Lindas palavras! Elas traduzem sentimentos.
Bjos no coração.p

Célio Gomes disse...

Muito boa todas as poesias, quando se fala de amor, e em todas as formas de se manifestar.
Célio gomes

Catarina (Depresão e Fibromialgia) disse...

Olá, muito bonito seu poema!
É inspirador e demonstra sentimentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...