domingo, 3 de julho de 2011

Cada passo meu



Cada passo, transforma em cinza, cada grito que ecoa no deserto, volta para mim, como som de um pássaro distante, que tenta ensinar-me a compreender o caminho de volta, mais não a encontro.
Sinceramente, não sei como posso ouvir ainda sua linda voz nesse deserto que me encontro, mais agradeço-te por me ajudar a guiar-me, nesse momento que preciso.

Sua voz suave me conforta, a melodia que sai de seus lábios, sossega meu coração e me dar forças para trilhar esse arduo caminho que tenho que pecorrer;
Espero um dia te encontrar de novo, te dar um longo abraço e um beijo carinhoso e te dizer: Te amo meu amor.

Meu pássaro encantado, espero que diga-me porque partiste, se tenho tanta admiração, tanto amor, tanta carinho por ti,
Sei que o caminho é longo, não sei o que me espera no final dessa estrada, mais procuro viver intensamente cada dia, como se fosse o último, para ter essa alegria que me propociona dia-a-dia...
Sabes bem que deste sentido minha vida, e neste momento é meu bem mais precioso.

Um comentário:

Anna Carvalho disse...

Fabiano, meu amigo..
Passei para sorver de sua bela poesia, parabéns.
Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...