quarta-feira, 22 de junho de 2011

se vieres pedir

Se um dia vieres pedir que eu te ame, não venhas como o luar que invade a noite,
com seu clarão enchendo o sobressalto noturno, se ponhas ao cêu pequena e meiga, escondida atrás das nuvens brancas.

Se um dia vieres pedir que que te beije, faça-o calado, para que em teus lábios pouse aos meus e consiga te fazer sentir o poder do meu ser a procura do teu.

Se um dia vieres pedir que te acaricie, não pense que minha carícia é momentânea, pois minha intenção é que ela se torne uma cicatriz dolorida de desejo.

Se um dia vieres pedir que te enlouqueça, não se esqueça de que a loucura de amar, perpetua o pobre a fazê-lo torna-se nobre, glorificando-o com a maior de todas as riquezas...

Quando vieres pedir que eu enxugue tuas lágrimas, quero antes chorar com voçê, detonar a febre que tenho por ti, fazendo-te sentir o mais elevado devaneio de amor.

Um comentário:

Aquela que pensou... disse...

Olá, já estou te seguindo no Dihitt e aqui no blogspot, adorei seu blog!
Me siga tbm: psicopati.blogspot.com
Beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...